fbpx

Que o isolamento social vem sendo motivo de discussões durante toda esta pandemia, é fato.

Não só entre nossos governantes, mas também dentre famílias, amigos e principalmente, em nossos negócios. A pergunta que não quer calar é: até quando o isolamento social atrapalhará meus planos?

Parando para pensar, mais uma vez, neste momento do qual estamos vivendo, eu me pergunto: seria a pergunta acima, a correta a se fazer?

Nós poderíamos transformar esta pergunta em:

  • O que o isolamento social trará para minha vida de positivo?
  • O que estou aprendendo durante o isolamento social?
  • De que forma estou inovando meu negócio para suportar o isolamento?

O que quero dizer no início deste artigo é que, enquanto estivermos fazendo a pergunta errada, nossa resposta também estará incorreta, incoerente e inconveniente.

A partir do momento que abrirmos os olhos para o que está ocorrendo no mundo todo, iremos aprender de forma clara que essa fase, veio para que possamos conhecer o verdadeiro sentido de inovar.

Mas como inovar na crise?

Você também deve ter-se feito esta pergunta, certo? Como vou conseguir mudar meu negócio durante esta crise? Mas como vou investir logo agora?

Novamente, entramos na onda dos questionamentos incorretos. Visto que, uma vez que tapemos nossos olhos para enxergar o positivo, tudo ao nosso acaba se esquecendo também.

Sim, empreendedor. Nós podemos inovar na crise. Entretanto, o fundamental é atentar-se a este fator, antes mesmo da palavra “crise” chegar a seu negócio.

O consumidor na crise

Consequentemente, a mudança de comportamento do consumidor nunca foi tão nítida quanto agora. Está muito fácil de entender o mercado, as respostas estão claras e objetivas, você está conseguindo ver?

Em um primeiro momento, o vírus influenciou negativamente as vendas de diversos setores. A progressão da doença colaborou com a redução de compra, já que os consumidores ficaram mais cautelosos e deram prioridade para a compra de itens básicos, com a incerteza do amanhã.

Atualmente, cerca de 60 dias com a pandemia em nosso país, o consumidor ainda tem cautela, entretanto, mudou seu comportamento de escolha, seja de marcas, produtos e segmentos.

Hoje, o consumidor é mais natural.

Hoje, o consumidor é mais regional.

Hoje, o consumidor é muito mais negociável.

Hoje, o consumidor inovou.

É nítido vermos o quando o mercado digital vem tendo um gradativo crescimento. O público está evitando ir até a loja física, ou o restaurante preferido. Se você não está na internet, você está deixando de existir. Adaptação é a chave para o seu negócio, mais do que nunca.

Uma pesquisa da CNBC (portal de notícias norte americano), mostra que a demanda por compras online está crescendo tanto que lojas de grande porte, como Instacart, Amazon e Walmart já anunciaram possíveis atrasos nas entregas ou indisponibilidade de frete expresso.

Todavia, no Brasil, a preocupação com a pandemia incentivou as vendas de itens saudáveis, bem como, de higiene de forma online.

Viva o novo!

Apesar do momento ser de cuidado e ainda, de muitas incertezas é fato de que precisamos agir.

Você está parado, o que isso te trará de benefício? Nada. Portanto, tente.

inovação surge em momentos de restrição. Devido a altos investimentos, nós estávamos acostumados a inovar em períodos de abundância.

Mas se olharmos para trás, os grandes períodos de inovação da humanidade vieram quando não tínhamos outra opção. E é justamente o tempo no qual estamos agora.

A indústria cosmética, meu segmento, hoje atua fortemente no combate e proteção com produtos determinantes durante a pandemia.

Os itens devem ser cada vez mais objetivos, te ofertar proteção, interação, sana suas dúvidas e oferecer-lhe uma solução.

Não é hora de engrandecer o mercado com o que já existe. O momento novo, demanda novidades produtivas. Esqueça as tentativas, é hora de ação focada.

Para ser ainda mais assertivo, é fundamental estar ao lado de profissionais alinhados com o objetivo do seu negócio. Regularização, marketing e fundamentação são pilares que caminham num complexo único diretamente para a inovação.

Todavia, o novo consumidor do qual estudo incansavelmente, não deixou de consumir produtos do segmento cosmético. Ademais, ele busca por algo simples e que possa integrar na vida dele de maneira positiva.

Consequentemente, falando em estudo, ele é intransferível e necessário durante este momento. Fique ao lado de profissionais do mercado que estudem o tempo todo sobre inovação e outros processos.

Sendo assim, quer saber mais sobre o segmento cosmético, tirar suas dúvidas ou transformar um produto seu em algo rentável, com estratégias, pesquisas e objetivos determinantes ao consumidor? Vamos conversar, tenho muito o que te auxiliar neste processo.

Enquanto isso, inovação!

Leia mais artigos clicando aqui.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir conversa
Olá! Posso te ajudar?
Olá! Posso te ajudar?